2. Por que ser Coach?

Por que ser coach?

Coach é uma profissão que deve ser respeitada e levando isso em consideração procuramos trazer um cenário mais coerente e realista sobre o mercado brasileiro de coaching.

É verdade que nos EUA, Inglaterra e alguns outros países o índice de procura é realmente grande.

No entanto, o Brasil ainda está experimentando o poder do coaching e seus benefícios.

Falar para você que todo o Brasil tem noção real do coaching não seria verdadeiro e muito menos honesto.

Entretanto, garantimos que ainda está por vir a grande procura por profissionais qualificados para atender um mercado emergente de coaching.

Não vamos colocar os poderosos índices e estatísticas do exterior, pois não representam a realidade ainda no Brasil.

Se você está interessado em ser um coach qualificado e preparado para atuar no emergente mercado brasileiro, convidamos a conhecer mais um pouco sobre o que é ser um coach.

O que faz um coach?

O coach profissional possibilita uma parceria progressiva que auxilia os clientes no alcance de resultados positivos em suas vidas que consequentemente criam sentimentos de realização pessoal e profissional. Através do processo de coaching, clientes conquistam aprendizados, desenvolvem novas habilidades, melhoram seu desempenho e qualidade de vida.

Em cada sessão, cliente e coach trabalham com um foco de conversação. O coach é responsável por contribuir com observações, questionamentos, feedback, técnicas e ferramentas para o aprimoramento intelectual, comportamental, mental e emocional do cliente.

A interação entre coach e cliente cria um ambiente seguro para clareza de valores, definição de metas, tomada de decisão, planejamento de vida, de carreira e, principalmente, de ação. Um bom coach é um mestre na arte de fazer perguntas.

 

Competências essências de um coach

Seguem abaixo as competências fundamentais para um coach qualificado:

1.       Ética e Confidencialidade;

2.       Estabelecer o contrato de coaching / coaching education;

3.       Criar segurança e confiança;

4.       Viver o aqui e agora;

5.       Não julgar, aceitar incondicionalmente;

6.       Escutar ativamente;

7.       Fazer perguntas poderosas e ter uma comunicação clara;

8.       Realizar feedback construtivo e realista;

9.       Planejar e estabelecer metas;

10.     Desenvolver consciência, sensibilidade e ação;

11.     Mensurar resultados;

12.     Respeitar os Limites de seu cliente;