1. Código de ética

CÓDIGO DE ÉTICA DO INSTITUTO INTERNACIONAL JAPONÊS DE COACHING

Está constituída a ouvidoria que receberá qualquer tipo de irregularidade de coaches que estejam credenciados e inflijam o código de ética. Caso seja confirmado alguma irregularidade o mesmo será avaliado e dependendo do caso poderá perder a sua credencial como coach do Instituto.

 

Seção 1: Definições

Ao coaching como atividade profissional foram identificadas a importância de conhecimento técnico especializado e a necessidade do desenvolvimento de competências específicas para sua aplicação, possibilitando assim, estender a toda sociedade os valores e os benefícios de sua prática com respeito e sigilo absolutos.

Coaching é fazer uma parceria com os clientes em um processo estimulante e criativo que os inspira a maximizar o seu potencial pessoal e profissional.

Um relacionamento profissional de coaching existe quando o coach incluí um acordo ou contrato formal que define as responsabilidades de cada parte.

Isso posto, o ideal da profissão define-se pela prestação de um atendimento melhor e mais qualificado, tendo como referência um conjunto de técnicas, normas e valores éticos assumidos pelos Profissionais de Coaching do Instituto Internacional Japonês de Coaching.

Para esclarecer os papéis no relacionamento de coaching, o “cliente ou coachee” é a pessoa ou são as pessoas que estão passando pelo processo de coaching.

 

Seção 2: Conduta Profissional Em Geral

1) O coach não fará conscientemente,  qualquer afirmação pública que seja falsa ou enganosa sobre o que se propõe  como coach, nem fará declarações falsas em quaisquer documentos escritos relacionados à profissão de coaching.

2) O coach reconhecerá seus limites pessoais e profissionais de maneira adequada para satisfazer as exigências do cliente.  Quando necessário, os clientes deverão ser encaminhados para outros serviços especializados.

3) O coach sempre se empenhará  para reconhecer problemas pessoais que possam  interferir, conflitar ou prejudicar seu desempenho como coach nos seus  relacionamentos profissionais como Coach. Sempre que fatos e circunstâncias demandarem, irá  procurar prontamente assistência profissional e determinar a ação a ser realizada, incluindo, se apropriado, a suspenção do processo de coaching.

4) O coach realizará e relatará pesquisas com competência, honestidade e dentro de padrões científicos reconhecidos e sujeitos às diretrizes aplicáveis. As pesquisas serão realizadas com o consentimento e a aprovação necessários das pessoas envolvidas e com uma abordagem tal que proteja os participantes de qualquer risco em potencial. Todos os esforços de pesquisa serão realizados de maneira conforme a todas as leis aplicáveis do país no qual a pesquisa estiver sendo realizada.

5) O coach manterá, armazenará  e descartará quaisquer registros feitos durante o seu trabalho como coach de maneira que promova a confidencialidade, segurança e privacidade, e em conformidade com quaisquer leis e acordos aplicáveis. Deverá ser dada atenção aos direitos do cliente ao abrigo de qualquer legislação vigente.

6) Efetuar um contrato de prestação de serviço e respeitar a intervenção do processo de coaching sem confundir o cliente com outras intervenções como terapia, mentoring, consultoria, aconselhamento e outros.

 

Seção 3: Conflitos de Interesse

7) O coach evitará conflitos de interesse e potenciais conflitos e divulgará abertamente quaisquer destes conflitos. Irá propor a sua própria retirada quando tais conflitos ocorrerem.

8) O coach somente fará permutas por serviços, mercadorias ou remuneração não-monetária quando isto não prejudicar o relacionamento de coaching.

9) O coach não irá, conscientemente, obter qualquer vantagem ou proveito pessoal, profissional ou monetário do relacionamento de coaching, exceto pela forma de remuneração presente no acordo ou contrato.

 

Seção 4: Conduta Profissional com os Clientes

10) O coach não irá, conscientemente, fazer declarações enganosas ou falsas sobre o que o seu cliente receberá do processo de coaching.

11) O coach não  dará aos seus possíveis clientes  informações ou recomendações  que  acredita que sejam enganosas ou falsas.

12) O coach terá acordos ou contratos claros com seus clientes.  Deverá honrar todos os acordos ou contratos feitos no contexto de relacionamentos profissionais de coaching.

13) O coach irá explicar cuidadosamente e se empenhará para garantir que, antes ou durante o encontro inicial, o seu cliente compreenda a natureza do coaching, a natureza e os limites da confidencialidade, dos acordos financeiros e quaisquer outros termos do acordo ou contrato de coaching.

14) O coach será responsável por definir limites claros, apropriados e adequados culturalmente  no que diz respeito a qualquer contato físico que  possa vir a ter com os seus clientes.

15) O coach respeitará o direito do cliente de terminar o processo de coaching em qualquer momento , sujeito ao que foi estabelecido no acordo ou contrato. Estará alerta às indicações de que o cliente não mais está sendo beneficiado pelo processo de coaching.

16) O coach incentivará o cliente a fazer uma troca por outro coach, ou por outro recurso, caso acredite ser mais benéfico para seu cliente.

 

17) O coach irá sugerir ao seu cliente que busque os serviços de outros profissionais quando avaliar como necessário ou apropriado.

 

Seção 5: Confidencialidade/Privacidade

18) O coach manterá os mais estritos níveis de confidencialidade com todas as informações do cliente. Terá um acordo ou contrato claro antes de divulgar informações à outra pessoa, a menos que isto seja requerido por lei.

19) Ao agir como treinador de estudantes  de coaching, o coach esclarecerá políticas de confidencialidade com os estudantes.

20) O coach fará com que coaches associados e outras pessoas com as quais tenha contato no serviço com os seus clientes,  estejam em condições de, voluntariamente, fazer acordos claros ou contratos para aderir à confidencialidade,  a privacidade, e a todo o Código de Ética do Instituto Internacional Japonês de Coaching nos limites aplicáveis.

 

 

O Juramento de Ética do Instituto Internacional Japonês de Coaching.

Como coach profissional, eu reconheço e concordo em cumprir as minhas obrigações éticas e jurídicas com os meus clientes, colegas, e com o público em geral.

Eu juro cumprir o Código de Ética do Instituto Internacional Japonês de Coaching e praticar estes padrões com aqueles com os quais eu trabalho como coach.

Se eu violar este código de ética, ou qualquer parte dele, eu concordo que o instituto, em seu único julgamento poderá responsabilizar a mim pelas minhas ações.

Eu concordo, ainda, que a minha responsabilidade com o Instituto Internacional Japonês de Coaching  por qualquer violação pode incluir punições ou sanções tais como a perda do meu status de membro e/ou do meu Credenciamento ao Instituto.